Prefeitos debatem sobre atendimentos nas divisas

Avanço das obras na central de triagem também esteve em pauta

Em Sério, na manhã de terça-feira, dia 5, teve a reunião mensal do Consórcio Público Intermunicipal para Assuntos Estratégicos do G8 (Cipae-G8).

 

Na pauta, esteve o atendimento à população nas divisas municipais. Em muitos casos a extensão territorial prejudica comunidades. Situação vivida por moradores de Linha Marmeleiro, interior de Venâncio Aires. Desassistidos pela prefeitura, recorrem ao atendimento em Boqueirão do Leão.

 

Prefeitos debatem e buscam esclarecimento jurídico sobre o que pode ser feito. “A duplicidade de talão de produtor fazia com que moradores buscassem ajuda no município mais próximo. Com atualização de dados isso já não é mais possível”, destaca o prefeito Paulo Joel Ferreira, presidente do consórcio.  

 

Debatem o tema para facilitar o atendimento dos moradores e ao mesmo tempo um processo de cooperação entre prefeituras. “Queremos uma segurança jurídica para atender moradores nos limites dos municípios”, completa Ferreira. Observa que é uma situação que se arrasta por anos.

 

Muitas vezes ocorrem também conflitos sobre os limites. Moradores de Santa Madalena, entre Sério e Boqueirão do Leão, por diversas vezes já se mobilizaram a fim de buscar atendimento das prefeituras. Situações que se repetem nos limites com Canudos do Vale.

 

Também esteve em debate o uso da escavadeira hidráulica do G8. Atualmente a máquina executa serviços no município de Santa Clara do Sul e, posteriormente fará atendimentos em Boqueirão do Leão.

 

“Sem dúvida foi um investimento importante feito pelo consórcio. Agiliza diversos atendimentos, principalmente no setor agrícola”, reitera Ferreira. O próximo encontro dos prefeitos acontece em Marques de Souza, no dia 3 de julho.

 

Gestão da central de triagem

A construção da central de triagem de resíduos sólidos também acelera os debates em torno da gestão. Recentemente visitaram uma cooperativa no município de Dois Irmãos, para avaliar a melhor forma de administrar a central.

Esta semana mais uma etapa da obra foi executada. “Serão feitos estudos sobre os processos de gerenciamento da central. Queremos tão logo concluir esta obra que impacta na coleta seletiva dos resíduos nos municípios”, comenta Ferreira.

O G8 é formado pelos municípios de Boqueirão do Leão, Canudos do Vale, Cruzeiro do Sul, Forquetinha, Marques de Souza, Progresso, Santa Clara do Sul e Sério; sendo uma ferramenta facilitadora e de apoio aos municípios, que de porte pequeno valem da força conjunta para as suas conquistas.

 

Texto Giovane Weber - Assessoria de Comunicação

Foto - Ricardo Barbon