Sociedade Carlos Gomes completa 68 anos

Aniversário da entidade será comemorado com encontro de corais no dia 14

A Sociedade de Cantores Carlos Gomes, fundado em 18 de outubro de 1950, reúne os cantores e corais no próximo domingo, dia 14, alusivo aos 68 anos de fundação da entidade.


O trabalho voluntário é o diferencial para manter viva a tradição do canto coral ao longo das mais de seis décadas de história.


Ella Schneider, 84 canta faz mais de 24 anos. Seu pai foi um dos fundadores em 1950. Recorda que inicialmente, a entidade era formada apenas por cantores homens. Os ensaios eram semanais e as apresentações ocorriam em festas e casamentos. “Na década de 90 se abriu espaço para as mulheres e hoje juntos mantemos viva esta bonita história, motivo de muito orgulho para todos aqui da comunidade”, afirma.


Conforme o regente Valmir Leopoldo Eckert, o coral possui 18 cantores, divididos em quatro vozes, sopranos, contraltos, baixos e tenores. “A dedicação é fundamental. Somos uma grande família e temos em comum o amor pelo canto”, observa.


Ressalta a importância da participação das mulheres, que ingressam no grupo em 1994. Eckert se dedica na elaboração de arranjos e playback's. O repertório conta com músicas sacras, folclóricas alemãs e cantos fúnebres.


Iraci Jomemertz, 75 seguiu os passos do pai, um dos sócios fundadores do coral. Para ela, o canto é uma forma de expressar alegria e amor. “Eu amo cantar e vou continuar enquanto eu tiver forças. Para mim é uma honra fazer parte do grupo”, afirma.
Enaltece a ajuda de cada sócio para manter a sociedade. “Além de cantar, ajudamos nos trabalhos de organização das festas”, diz.


Festas mantém entidade


Segundo a presidente, Maristela Eckhardt o lucro das festas e do baile de kerb ajuda a manter a entidade. Com o dinheiro é mantida a sede social, feito pagamento do regente e despesas nas apresentações em festivais e bailes. “Cada membro da nossa sociedade ajuda. Todo trabalho é voluntário e ninguém mede esforços para continuar esta história tão bonita”, ressalta.


Grupo


Valmir Leopoldo Eckert (regente)
Lurdes Schwingel Werner
Iraci Gehl Eckert
Lovani Hofstätter Lourenço
Margarete Groders
Ella Schneider
Edvino Troller
Otmar Closs
Arno Pohl
Iraci Hepp Jommertz
Liane da Costa
Lori Prass Schmitzhaus
Lori Baum Hofstaetter
Rose Elaine Hofstaetter
Maristela Eckhardt
Laurindo Wunder

Programação


10h – Recepção com roda de chimarrão
10h30min – Abertura oficial e apresentação dos cantos (dois por coral)
12h30min – Almoço
13h30min – Sorteio de brindes
14h – Baile com a Banda Asa Branca

Fotos Gabriel Santos e Arquivo Pessoal
Texto - Giovane Weber - Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha