Escola completa 26 anos de história

Alunos realizam diversas apresentações. Autoridades ressaltam investimentos em infraestrutura

A semana foi especial para os alunos, professores e funcionários da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista de Mello. Na segunda-feira foi celebrado o 26º aniversário de municipalização do colégio.

Conforme a diretora Adriana Meneghini Lermen é importante festejar a data para que os envolvidos se deem conta da evolução pela qual a escola passa. As melhorias, a tecnologia, o quadro de professores e funcionários e todas as mudanças que acontecem no decorrer do tempo. “Acredito que quanto mais os alunos, os pais e a comunidade em geral tem conhecimento dos aprimoramentos que acontecem, mais acreditam e apostam na escola”, destaca.

Entre os desafios cita manter o interesse dos alunos pela aprendizagem. Para ela, a escola precisa se aliar aos recursos tecnológicos para ser atrativa e desafiadora para os estudantes. “Eles estão inseridos num contexto que muda ativamente de objetivos, isto é, o imediatismo conduz as necessidades, e a aprendizagem se dá em um ritmo mais cauteloso e minucioso, o que  torna os resultados mais "lentos" na visão dos jovens”, observa.

Momento especial

A secretária da Educação, Cultura, Turismo e Desporto Deisi Mathias da Silva enfatiza que este foi um momento muito especial, onde professores, alunos e pais, puderam celebrar a caminhada de conquistas e sucessos. “Queremos agradecer a todos que passaram pela escola, sejam diretores, professores e alunos que de certa forma também tiveram a sua contribuição. Nosso compromisso com a qualidade de ensino faz com que  busquemos novos olhares para a educação”, afirma.

Infraestrutura

De acordo com o prefeito Paulo José Grunewaldo setor é uma das prioridades da administração. Com recursos do Executivo, Círculo de Pais e Mestres, Governo Estadual e Federal os investimentos em obras de infraestrutura na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista de Mello chegam a R$ 600 mil nos últimos dois anos.

“Hoje nossa estrutura é referência na região e no estado. Os espaços aliam conforto e qualificam o trabalho dos professores e melhoram o aprendizado dos alunos”, aponta. Também está em andamento a construção do novo prédio para a Escola de Educação Infantil Brincar Construindo, com capacidade de receber mais de 110 alunos.

Desafio é manter disciplina

O ex-professor Sérgio Dietrich lecionou no colégio mais de duas décadas. Atualmente é responsável pelo cuidado do pátio. Entre as principais mudanças evidencia a melhora na infraestrutura. “Temos um espaço de excelente qualidade e bons profissionais. Isso traz melhores resultados”, entende.

Entre os desafios, cita o esforço para manter a disciplina. “A tecnologia ao mesmo tempo em que ajuda, atrapalha. Aqui buscamos trabalhar a socialização, o lúdico, o resgate da arte de brincar, conviver para formar cidadãos mais humanos”, comenta.

Para saber

O colégio possui 207 alunos, além de 45 professores, estagiários e funcionários. Os estudantes da pré-escola até o 5º ano são atendidos em Turno Integral.
Acontecem também oficinas de teatro, dança moderna, música, dança alemã e escolinha de futebol. A escola ainda oferece Laboratório de Aprendizagem e Reforço Escolar.

A Sociedade Escolar João Batista de Mello foi fundada em 1922 com o nome de Sociedade Evangélica Santa Cecília. Em 17 de junho, de 1993 ela foi municipalizada. 

Fotos e texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha (veja fotos antigas, vídeos e toda história do colégio na página da prefeitura no Facebook)