Professores participam de Congresso Internacional de Educação

O evento teve como tema “Desafios da escola na educação contemporânea: futuros possíveis da escola”

Desde fevereiro, a Universidade do Vale do Taquari - Univates tem reunido mais de 1.350 professores e gestores de 20 municípios do Vale do Taquari no Congresso Internacional de Educação. O evento tem como tema “Desafios da escola na educação contemporânea: futuros possíveis da escola”, com o objetivo promover espaços de reflexão sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas nas escolas, que desencadeiam ações significativas no fazer escolar dos professores da Educação Básica.

Na última sexta-feira, dia 26 de julho, no Teatro Univates, a programação teve início pela manhã com a palestra-show: Músicas e Narrativas, A Arte Que Aproxima com o palestrante Thedy Corrêa. À tarde, o doutor Miguel Arroyo, da Universidade Federal de Minas Gerais, abordou os desafios da escola contemporânea.

Conforme Arroyo, ser educador hoje é uma tarefa muito desafiadora, pois ele precisa se dedicar muito ao estudo, pesquisa, desenvolvimento profissional e aos alunos. “Nestes mais de 40 anos trabalhando com a educação, este é o momento mais delicado para se falar sobre isso. Estamos em tempos de desafios e incertezas e precisamos enfrentá-los, nos reinventarmos. Os professores precisam ter a consciência para saber o que ensinar, ensinar como ensinar e a maneira certa para avaliar, comenta o doutor.

Após, houve a palestra  “O Conceito de Professoralidade e a Educação do Futuro” com Cris Vieira da CODE Escola de Inteligências Livres, de Porto Alegre. No sábado a programação de encerramento contou com uma roda de conversa no turno da manhã. No turno da tarde quatro painéis fecham a programação: Educação Integral, Trabalho Docente e Saúde do Professor, Inclusão na escola e Possibilidades da escola contemporânea.

Reflexão sobre práticas

Para a vice-diretora do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) e coordenadora do evento, Kári Forneck, o Congresso oportunizou a todos os educadores uma reflexão sobre como estão se encaminhando as coisas da área educacional.

"Durante todo o congresso, reunimos cerca de 1300 educadores de todo o Vale do Taquari engajados em discutir e repensar as práticas e dilemas da educação, tanto em sala de aula, quanto em gestão. Acreditamos que uma educação sólida e duradoura faz toda a diferença na qualidade de ensino”, avalia Kári.

Uma das participantes do congresso foi a professora Roseli Rodrigues. Para ela, o congresso chega para inspirar os professores e trazer ideias novas para a educação “Gostei bastante das palestras, acho que o congresso nos traz novas possibilidades e meios de educar. Não está mais sendo fácil ser professor nos dias de hoje, mas saímos daqui muito motivados e esperançosos por um futuro melhor para nossa educação”, finaliza a professora.

O evento é uma realização da Univates em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e apoio da Associação dos Secretários Municipais de Educação do Vale do Taquari (Asmevat).

Relembre a programação

18 de fevereiro

Conferência de abertura:  Os desafios da escola na educação contemporânea
Palestrante(s): Dra. Paula Sibilia (UFF)
Paula, que é autora do livro “Redes ou Paredes - a escola em tempos de dispersão”, falou sobre a invenção da escola. Para embasar a reflexão, Paula afirmou que as características da sociedade atual são a visibilidade e a conectividade. “Estamos visíveis e conectados a todo momento, em qualquer lugar. São modos de viver com as novas tecnologias e resultado de uma transformação lenta e complexa que vem ocorrendo nos últimos anos; não surgiu do nada”, relatou, acrescentando que isso acarreta uma mudança na forma como usamos o tempo e o espaço e, por isso, é necessário dar novos sentidos às paredes da escola.

Março a julho

Cursos de Formação Continuada por Áreas de Conhecimento

Entre os meses de março e julho foram realizados cursos em dez áreas de conhecimento:  Gestão escolar na prática; Educação Infantil; Anos Iniciais e Anos Finais, dividido nas temáticas de Ensino da Linguagem e do Letramento, Ensino de Matemática,Ensino de História e Geografia, Ensino de Ciências,  Ensino da Educação Física, Ensino de Artes e Ensino de Língua Inglesa. As atividades foram realizadas em dois encontros presenciais e dois a distância.

Fotos Divulgação e texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha