Horta incentiva alimentação mais saudável

Alunos aprendem técnicas de cultivo e estimulam pais a ter produção em casa

Um projeto que estimula a sustentabilidade, alimentação e hábitos saudáveis têm influenciado os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista de Mello. Eles aprendem técnicas de preparo da terra, cultivo, manejo e colheita de vários tipos de hortaliças.

Conforme a diretora Adriana Meneghini Lermen, a ideia de criar o espaço surgiu como uma das ações do projeto de sustentabilidade desenvolvido na escola. Outro fator decisivo foi motivar as crianças a incentivar os pais a também terem uma horta em casa. “Muitas famílias trabalham na agricultura e tem espaço disponível para produzirem suas próprias verduras e hortaliças”, observa.

Toda produção da horta é destinada para a merenda escolar. Segundo Adriana, o projeto também ajuda os alunos a mudarem seus hábitos. Muitos não comiam verduras, legumes e agora, após serem envolvidos nas atividades, passaram a consumir, observa.

Novos conhecimentos

Entre os benefícios, além da mudança gradual de hábitos, tanto dos alunos como de muitos pais, Adriana cita o início do cultivo nas propriedades. O trabalho é feito em parceria com os pais. “Eles adquiriram conhecimento durante o processo, desde o preparo da terra até o consumo. São cuidados essenciais para tudo dar certo”, comenta.

Os alunos estão envolvidos desde a construção da horta, pois participaram na escolha do local ideal para ser construída, o tamanho dos canteiros, o preparo da terra, escolha do que plantar, na plantação, regar, colher e repor outras mudas. “É muito importante desenvolver nos alunos hábitos saudáveis, pois uma boa alimentação é sinônimo de qualidade de vida, de saúde e longevidade”, entende.

Outro fator importante é a vivência e a participação em todo processo. “Tudo necessita de um tempo determinado. Esses detalhes muitas vezes não são percebidos, pois a maioria vai ao mercado, coloca tudo no carrinho e pronto”, afirma.

Alunos aprovam

Gabriel Adalberto Kern e Estevão Henrique Welter ajudam no preparo dos canteiros, plantio e manejo das plantas na horta. Ambos incentivaram os pais a ter um espaço para produção de hortigranjeiros em casa.
“Além de ser bom para a saúde, aprendemos coisas novas. Preparar a terra, adubar, cuidar das pragas e observar o desenvolvimento é muito bom”, resumem.

Foto e texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha