Com recursos próprios, Executivo fará novo acesso asfáltico

Projeto recebe investimento de R$ R$ 837,2 mil. Moradores e usuários comemoram anúncio

“Essa promessa foi renovada por mais de uma década e nunca as máquinas chegaram para começar os trabalhos. Agora acredito, pois é o município que vai pagar, pois se depender do Estado ficaremos mais alguns anos esperando”, comenta o agricultor Gilberto Bruno Bauer, 75.

Enquanto trabalha na lavoura, destaca o movimento intenso de caminhões e veículos pela estrada de chão batido. Reclama da poeira e das condições precárias do trecho entre a BR-386, desde o pórtico de acesso até o entroncamento com a ERS-421, na localidade de Vila Storck.

Bauer elogia o projeto e aponta a sua importância. “Vai trazer mais segurança para todos e teremos um acesso próprio asfaltado, algo até agora inexistente”, observa.

O vizinho, funcionário público aposentado, Francisco Schwingel, 64, concorda. Cita que por dia mais de 100 caminhões trafegam pelo trecho transportando ração, aves, suínos, leite e demais produtos. “É a principal ligação com os municípios da zona alta onde a produção primária é muito forte. O asfalto vai trazer mais conforto e desenvolvimento”, acredita.

A mulher Ivone, 67, enaltece a melhora na saúde. “Eu sofro de renite. Ninguém mais aguenta esta poeira. Essa promessa era renovada faz mais de dois mandatos e agora é cumprida”, comemora. Ambos criticam o descaso do governo estadual e recordam de três visitas feitas por secretários para anunciar a liberação de recursos.

“Agora ficou para o município fazer sozinho. É lamentável, pois o dinheiro pago em impostos deveria ser aplicado em nosso favor”, finalizam.

Obra em etapas

Conforme o secretário do Planejamento, Vianei André Noll, o projeto de asfaltamento da Estrada Geral, que liga o pórtico na BR-386 à ponte da Vila Hass será feito em etapas e com recursos próprios.

Na primeira, que deve iniciar nas próximas semanas, será pavimentado um trajeto de 1,1 quilômetros, cujo investimento será de R$ 837.206,55. “Já estamos fazendo o projeto para pavimentar mais 2 Km. Iremos fazer em etapas com nosso dinheiro até concluir todo trajeto de quase 5km”, adianta.

Destaca a importância da obra para melhorar a trafegabilidade, criar uma nova rota de acesso à cidade e desafogar o trânsito pelo Bairro Conventos, em Lajeado, além de facilitar a municipalização. “Este asfalto beneficia, além da nossa população, as cidades de Sério, Canudos do Vale, Boqueirão do Leão e Progresso”, afirma.

Cinco anos de espera

De acordo com Noll, o Executivo tentou por aproximadamente 5 anos estabelecer uma parceria com o Daer e a Secretaria Estadual dos Transportes para asfaltar o trecho.

Depois de muitas conversas, viagens, encaminhamentos e reencaminhamentos de projetos, em 2018 foi assinado um convênio onde o Estado pagaria R$ 3.329.152,24 e o município R$ 832.306,96. “Com o termo de início da obra em mãos, fizemos a licitação. Um ano após sem ter o valor empenhado, decidimos começar com recursos próprios”, explica.

Lamenta o descaso do Estado para com uma proposta de extrema importância para tantos municípios. “Por outro lado, ficamos satisfeitos e orgulhosos por ter cuidado bem do nosso orçamento e agora ter condições de começar a obra com recursos próprios”, finaliza.

Fotos e Texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha