Incentivos para agricultores somam mais de R$ 8,5 milhões

Valor foi aplicado em programas como terraplenagem, auxílio telhado, cheque incentivo, compra de máquinas e equipamentos, entre outras ações. Famílias fazem novos investimentos e município registra crescimento na arrecadação

O casal Foster, de Araguari, é um das centenas de famílias beneficiadas com os programas desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Há poucos meses decidiram melhorar a infraestrutura onde fica o rebanho de 42 vacas leiteiras.

Conforme Ademir, 38, o novo pavilhão (free stall) tem 800 metros quadrados e ajudou a melhorar o rendimento médio por animal e o bem-estar. A estrutura recebeu investimento superior a R$180 mil. “Tínhamos muito problema de doenças e tudo influenciava na queda da produtividade. Após o plantel ficar neste novo modelo, conseguimos aumentar em 4,5 litros a média por vaca. Agora estão confortáveis.”

Outro problema resolvido é da contagem de células somáticas. Elas estavam muito altas e consequentemente o valor pago por litro caía. “Conseguimos corrigir e elevar a cotação por qualidade em até R$0,10 por litro.” A produção alcança uma média de 650 litros por dia, mas a meta é chegar a R$1 mil litros até 2022. Ademir destaca o auxílio financeiro e o serviço de máquinas recebido pela Secretaria da Agricultura e da Emater com foco na orientação técnica.

“Recebi ajuda no pagamento do telhado e toda terraplenagem. Se calcular, deixei de gastar pelo menos R$40 mil. É uma economia muito boa. Permite aplicar este dinheiro em máquinas e equipamentos para melhorar nosso trabalho. Aqui recebemos o devido valor, não temos do que reclamar.”

Agricultura forte

Para o secretário Adair Pedro Groders e o prefeito Paulo José Grunewald, o fortalecimento da agricultura, além de aumentar a qualidade de vida, permite a sucessão e beneficia todos os demais segmentos da economia. “Quando o campo vai bem, todos ganham. Assumimos o governo e voltamos a criar projetos e incentivos para nossos agricultores, até então desassistidos. Após quase cinco anos, o resultado é surpreendente. Hoje as famílias têm condições de investir e modernizar suas propriedades”, afirma Grunewald.

Ele destaca a importância do cooperativismo para manter esta taxa de crescimento. “Temos o Sicredi que ajuda a financiar estes projetos, a Certel que leva energia de qualidade ao campo e outras cooperativas que compram a produção e fornecem orientação técnica, assim como a Emater. O resultado é um interior forte e o aumento da nossa arrecadação.”

Todos ganham

Entre 2017 e junho de 2021, a administração municipal contabiliza mais de R$8,5 milhões em incentivos para os produtores. Este montante foi investido em Cheque Incentivo (vendas sobre o talão de produtor), auxílio no telhado para reformas e novas construções de galpões, chiqueiros e aviários, detonação de rochas, terraplenagem, compra de máquinas e equipamentos, entre outros.

“Por ano, somente do nosso orçamento destinamos quase R$1,9 milhões. Ajuda a manter uma equipe de trabalho qualificada e assim dar um suporte adequado a quem trabalha e empreende no campo. Demonstra nossa preocupação com os agricultores e o esforço feito para elevar nosso orçamento, hoje dependente do setor primário.”

Fotos e texto Assessoria de Cpmunicação da Prefeitura de Forquetinha