“A segurança depende da colaboração de todos”

Cristiano Caliari, 34, reassumiu o comando da Brigada Militar. Enfatiza a importância da população em auxiliar na ordem e tranquilidade do município

A tranquilidade e a segurança de todos depende do trabalho e dedicação da equipe de soldados da Brigada Militar. Mas engana-se que este serviço é feito apenas por eles. Segundo o comandante Cristiano Caliari, os bons números são alcançados com ajuda de todos os moradores.

Na cooperação desde os 18 anos quando foi aprovado na prova do concurso de soldado da instituição e na cidade desde 2010, Caliari destaca a importância da população em manter a cidade m ordem e com índices reduzidos de criminalidade.

Em entrevista destaca um pouco o trabalho realizado e de como a Brigada Militar atua para conseguir manter a cidade segura.


Entrevista


Quem é Cristiano Caliari?

Caliari - Sou filho de Plínio e Irsilete Caliari, natural da comunidade de Baixo Canudos, interior de Canudos do Vale. Casado com Graciela Maria Bergmann Caliari. Sou pai de uma filha de seis anos e minha mulher está grávida de um menino. Estudei nas escolas Jacob Richter de Baixo Canudos e cursei o 2º Grau na Escola Estadual Pedro Albino Müller, de Sério e completei o Ensino Superior Universidade Unopar, de Lajeado, com formação em Gestão Ambiental.

Quando decidiu ser soldado da Brigada Militar?


Caliari - Com 18 anos realizei a prova para o concurso, onde fui aprovado. Iniciei o curso na cidade de Estrela. Minha formação foi realizada no dia 3 de outubro de 2006. Atuei primeiramente na cidade de Sério por mais de três anos. Pedi transferência para o município de Forquetinha, no ano de 2010, pois ficava mais próximo da casa dos meus pais e a distância do trabalho seria menor. No dia 3 de outubro completo completo 15 anos de serviço na Brigada Militar. Sou muito feliz e tenho orgulho de trabalhar em uma Instituição com mais de 180 anos.

Qual a ocorrência que mais ti marcou?

Caliari - Nesses anos de serviço foram várias ocorrências atendidas, muitas com diversas gravidades e dificuldades extremas. Mas sem dúvida a mais impactante atendi no município de Santa Clara do Sul. Foi num sábado de manhã do dia 24 de fevereiro de 2018. Foi um duplo homicídio e seguido de suicídio.

E o trabalho da cooperação para manter a segurança?

Caliari - A Brigada Militar realiza barreiras e abordagens para identificar os condutores, passageiros, mercadorias transportadas e veículos em atitude suspeita. Sempre buscamos fazer este trabalho tanto na área central como na zona rural.

De que forma a população pode auxiliar neste trabalho?

Caliari - A segurança depende da colaboração de todos . É fundamental os moradores, em caso de suspeita, repassar imediatamente informações sobre o destino de veículos e pessoas nas divisas. Este alerta possibilita a guarnição realizar o serviço de abordagem e evitar assim casos de furtos, roubos, assaltos ou até mesmo a fuga de criminosos. Qualquer denúncia pode ser feita pelo telefone (51) 9.8647-9317 (WhatsApp).

Depois da tragédia na escola de Santa Catarina, como é feita a segurança das escolas no município?

Caliari - As rondas são diárias e frequentes em todos os espaços públicos. Orientamos para que escola e a creche mantenham sempre os portões fechados e somente autorizar entrada de pais no local. A Brigada Militar aumentou o policiamento próximo destes locais. Ainda sim, em caso de problemas, pedimos que os professores e funcionários nos acionem para podermos auxiliar e assim garantir a plena segurança de todos. No último dia 9 fomos até o Colégio João Batista de Mello para palestrar sobre os temas prevenção e segurança no ambiente escolar. A ação contou com nosso mascote do Programa de Resistência as Drogas e Violência (Proerd). Aliás, este programa será lançado no dia 3 de setembro e envolverá 16 alunos da rede municipal.


No trânsito, como evitar multas e acidentes?

Caliari - Sempre dirigir com atenção. Evitar de assumir o volante com sono ou se ingeriu bebida alcoólica. Importante verificar se o veículo está com a revisão em dia. Observar tudo está em pleno funcionamento como sinaleiras, pneus, combustível, documentação entre outros. É obrigatório o uso do cinto de segurança tanto para o condutor e como os passageiros. É proibido manusear ou utilizar o telefone celular enquanto está dirigindo e sempre respeitar os limites de velocidade e a sinalização.

Fotos e Texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha